Carregando...
Voltar
  • Meu carrinho 0 produtos
  • Total produtos €0,00
  • Gastos de envio €0,00
  • Total €0,00
Ir à seção

Remédios para o Oídio

O Oídio é uma doença produzida pelo fungo que têm esse mesmo nome. Trata-se de uma penugem branca que age em folhas e talos das plantas fracas, localizadas normalmente na sombra e em lugares ou épocas de muita humidade ambiental.
Podemos ver seu micélio a olhos nus, o que diferencia de outros fungos patógenos.

Os oídios são frequentes em folhas cucurbitáceas (courgete, pepino, melão, melancia), a pesar de que ás vezes encontramos essa espécie de farinha branca que seca as folhas nos rosais ou nos brotos tenros de pêssegos ou nectarinas


muestra de oidio

Por quê o Oídio aparece?

A presença do Oídio costuma-se dar em ambientes com muita humidade, com rega por aspersão ou chuvas prolongadas com temperaturas entre 10º e 20º C. Sua propagação é favorecida pelos cortes e feridas, por tanto não devemos tocar nas plantas sensíveis, como é a courgete ou os pepinos, quando estejam molhadas.

Podem influenciar, por tanto, uma ubicação excessivamente sombreada, uma má escolha de espécie (pouco adaptada à humidade da nossa horta), uma excessiva espessura das folhas com a pouca ventilação, as podas e o descuido das feridas e conjunções de temperatura e humidade elevadas.

Outra razão é o excesso de nitrogênio, devido a um adubado excessivo, pois isto obriga a planta a absorver mais água do normal.


Como eliminar o Oídio

Eliminar as partes afectadas

Isto será o primeiro a fazer na planta afectada. Eliminando essas partes a tempo, evitaremos a propagação em outras folhas e talos, e também entre plantas.

Arejamento e poda

Uma falta de aeração pode facilitar a colonização do oídio, e isto pode ser causa de uma folhagem muito densa e apertada. Clarear e podar pode ser uma solução circunstancial, mas se o problema persiste, devemos optar por mudar a planta de lugar ou escolher uma espécie melhor adaptada à humidade do lugar.

Una falta de aireación puede facilitar la colonización del oídio, esto puede ser debido a un follaje demasiado denso y apretado. Los aclareos y podas pueden ser una solución circunstancial pero si el problema persiste deberemos optar por cambiar la planta de sitio o elegir una especie mejor adaptada a la humedad de la zona.

Enxofre

Podemos controlar o oídio com polvilhadas de enxofre. A investigação sobre o mecanismo de acção fungicida do enxofre foi focalizada desde diferentes aspectos, porém, o que fica claro é que, por uns caminhos ou por outros, o enxofre é fatal para o Oídio e inócuo para as pessoas.

Favorecer a biodiversidade

Está demonstrado através de estudos realizados na Comunidade Valenciana que nas terras inoculadas com Thrichoderma harzianum, um fungo antagonista de fungos patogénicos, a doença é evitada em uma porcentagem muito elevada.

Micorrizas

As micorrizas são uma estrutura filamentos que formam alguns fungos ao redor das raízes das plantas. Elas ajudam às plantas na exploração do substrato, melhoram a absorção da água e dos nutrientes e as protegem de outros fungos não prejudiciais. Em troca, a planta suministras os açúcares sintetizados que sobra ao fungo.

É por isso que devemos evitar o uso dos fungicidas, pois eliminam as micorrizas (uma espécie de pequenas raízes geradas por fungos que ajudam às plantas a absorver nutrientes e água), e os fungos beneficiosos que protegem a planta de doenças e a mantêm com vigor.

Também, a biodiversidade dificulta a parasita na procura do hóspede adequado e há plantas que se complementam muito bem, se protegendo uma à outra, como a cenoura e a cebola.

Cada de cavalo

O preparado de cauda de cavalo é um preventivo muito eficiente. Prepara-se através da decocção, deixando de molho 20 gramas de planta seca por cada litro de água, junto com 5-10 gramas de silicato sódico durante 1 dia. Depois, devemos ferver por 20 minutos e coar o líqudo. A dissolução se pulveriza de 1 parte do líquido em 9 partes de água. Convêm aplicar o tratamento quando houver sal.


Alho

O algo é um repelente para fungos, bactérias, pulgões e ácaros muito eficiente. Podemos juntar 50 gramas de alho por cada litro de água e se pulveriza de 1 parte dessa infusão em 4 partes de água. Se deve aplicar quando houver sol e durante vários dias consecutivos.

 

Outra opção também válida é usar algúm produto ecológico já preparado e com gantías. Existe uma boa variedade:


Oídio Stop

Produto ecológico que age por desprendimento de Ozónio e pelo conteúdo de enxofre sistémico. É um bom preventivo e curativo.


Própolis

O Própole é um produto elaborado pelas abelhas a partir de substâncias resinosas que recolhem nas gemas das árvores, arbustos e plantas menores. As abelhas o colocam na enrtada da colmeia, com o objetctivo de selas todas as fissuras e evitar a entrada ou presença de qualquer parasita ou doença.

Na agricultura é um bom fungicida natural e controla os microorganismos patogénicos ao obstaculizar  sua entrada nos brotos tenros, por tanto é antiséptico e antivírico. Também induz à planta a aumentar suas defesas naturais.


Preparado ecológico

Existem produtos com uma selecção de componentes que, unidos, lutam contra qualquer ataque fúngico e também respeitam o meio ambiente e nossa saúde. Costuma-se oferecer em formato: pulverizador.


Produto homeopático

São uma boa opção como preventivos e também nos primeiros estágios da doença.

Qualquer problema eventual que possa surgir em nosa horta, já sejam pragas ou doenças, provavelmente seja por causa de alguma má práctica ou por desequilibrios devidos à falta de biodiversidade.


O Oídio...

… uma doença muito comum, com a qual provavelmente nos encontraremos em algúm momento em nossa horta. O conhecimento adquirido e nossas experiências marcarão a diferença entre um desastre e uma vitória da fortaleza de nossa horta.


Outros artigos interessantes

A horta em junho

segunda-feira, 1 de junho de 2015

O verão já está aqui e, com ele, nossa horta transborda atividade. Também chega uma elevada humidade do ambiente, altas temperaturas e as chuvas escassas, por tanto devemos focar nossa antenção na rega e na prevenção perante possíveis...

O tomate: um cultivo complexo

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Talvez o cultivo do tomate, que pertence à família das solanáceas (pimentão, beringela, batata) seja o mais popular da horta urbana por ter um consumo mais habitual (20 kg ao ano por pessoa). A pesar disto, e contrário ao que acontece...

A horta em outubro

terça-feira, 14 de outubro de 2014

No mês de outubro as temperaturas mais agradáveis nos permitem aproveitar mais o trabalho da nossa horta sem ter que nos esconder do sol. Mas, principalmente, o início do outono está marcada pelos primeiros frios e chuvas copiosas. Eliminar...

Como escolher o programador de rega perfeito

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Existem muitas razões para ter um programador de rega, como pode ser a falta de tempo, os horários irregulares ou que temos uma horta tão grande que precisamos de uma pequena ajuda. Em qualquer caso, é uma inversão que vale a pena, considernado...

Descubra Nosso Catálogo