Carregando...
Voltar
  • Meu carrinho 0 produtos
  • Total produtos €0,00
  • Gastos de envio €0,00
  • Total €0,00
Ir à seção

Galinhas… por onde começar?

Se está a ler este artigo, isso pode querer dizer que está a pensar em começar a criar galinhas. Faz bem, as galinhas podem ser excelentes mascotes; são baratas, não precisam que se lhes dedique muito tempo, são fáceis de cuidar e são uma fonte de alimento, tanto pelos ovos como pela carne.

Conselhos para começar a criar galinhas

Se está a ler este artigo, isso pode querer dizer que está a pensar em começar a criar galinhas. Faz bem, as galinhas podem ser excelentes mascotes; são baratas, não precisam que se lhes dedique muito tempo, são fáceis de cuidar e são uma fonte de alimento, tanto pelos ovos como pela carne.

Raças de galinhas

Caso seja um principiante, escolher uma raça poderá ser uma tarefa complexa e é por isso mesmo que deixamos aqui alguns conselhos para ajudar a dar os primeiros passos.

As raças que dão mais ovos são menores e não ficam chocas com facilidade. Uma galinha fica choca quando está a incubar os seus ovos, por isso não nos interessa se o nosso objetivo são os ovos. As raças híbridas modernas, como as Fenton azuis, produzem uma grande quantidade de ovos. A Rhode Island vermelha é uma raça boa, quer pelos seus ovos, quer pela sua carne.

Também há que ter em conta que a produção de qualquer galinha diminui com a idade. Começando a pôr ovos a partir dos cinco ou seis meses, atingem a produção máxima durante o primeiro ano. Além disso, há que administrar alimentação de qualidade e água limpa. O número de horas de luz é fundamental e é o mais importante de tudo, já que a postura dos ovos é estimulada pela intensidade e pelas horas de luz.

Se o que procura é uma carne de qualidade e com um grande sabor, deve considerar as raças “chocadeiras” (as que incubam os seus ovos). Aqui encontramos a raça Sussex ou a raça francesa Sasso. Ambas crescem rapidamente e atingem um bom tamanho se tiverem um ambiente adequado e forem bem alimentadas.

Neste caso, a alimentação e o bem-estar são muito importantes, daí que quem cuidar de galinhas deverá falar com o fornecedor sobre as rações diárias e as etapas de crescimento.

Embora a princípio possa parecer um pouco complicado devido aos cuidados que requerem, depressa será recompensado com enormes benefícios e irá perguntar-se porque não começou mais cedo.

Outros artigos interessantes

Plantar de acordo com as fases da lua

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

A lua e suas mudanças de forma e lugar não é algo estranho para nós- Mesmo que não exista demostração científica, seu efeito sobre os cultivos, os jardineiros e os horticultores de outrora já havíam observado suas influências positivas ou...

Como posso combater a mosca branca?

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Conheça a mosca branca A mosca branca pertence à família dos aleuródidos e já foram encontradas mais de 1500 espécies. Os adultos medem de 1 a 1,5 mm, seu corpo é amarelado-pálido e suas duas asas são brancas. Têm um aparelho bucal...

A horta em março

domingo, 1 de março de 2015

Neste mes é importante ter um olho na horta e outro no céu, pois mesmo que o bom tempo já nos acompanha e nos anima a semear práticamente tudo, pode ser que ainda haja uma geada.Tarefas do mêsTal e como estamos a dizer, março é um mês de...

O tomate: um cultivo complexo

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Talvez o cultivo do tomate, que pertence à família das solanáceas (pimentão, beringela, batata) seja o mais popular da horta urbana por ter um consumo mais habitual (20 kg ao ano por pessoa). A pesar disto, e contrário ao que acontece...

Descubra Nosso Catálogo