Carregando...
Voltar
  • Meu carrinho 0 produtos
  • Total produtos €0,00
  • Gastos de envio €0,00
  • Total €0,00
Ir à seção

O tomate: um cultivo complexo

Talvez o cultivo do tomate, que pertence à família das solanáceas (pimentão, beringela, batata) seja o mais popular da horta urbana por ter um consumo mais habitual (20 kg ao ano por pessoa). A pesar disto, e contrário ao que acontece normalmente, não é o mais adequado para começar no mundo das hortas devido à sua dificuldade...

  • É um cultivo que exigente: exige nutriendes, rega e sol.
  • É associado a uma ampla gama de pragas e doenças.
  • Implica tarefas mais especializadas como o tutorado, a poda dos brotos secundários ou desmochado

cultivo del tomate

Exigências do tomate

  • Irrigação: frequente e regular, espaçada e em grandes quantidades. A melhor é a irrigação por gotejamento para evitar que apareçam fungos.
  • Nutrientes: é uma planta voraz, por tanto é um cultivo exigente que exige um adubo rico em terriço.
  • Substrato: 20 l de volume para cultivar em recipientes para el cultivo en recipientes.

Quando Cultivar Tomates

Sua semeação é delicada, pois entre as solanáceas o tomate é a que pode ser sembrada antes, com o risco de sofrer o efeito das geadas noturnas. Por isso, para evitarmos problemas, recorremos à uma semeação protegida.

Tras uma semana, as sementes se germinam, e quando as plantas chegam a 18-20 cm, temos de transplantá-las a um vaso onde estarão pelo menos 2-3 semanas ao ar livre antes de que as transplantemos ao meio definitivo. Desta forma criarão raízes e se endurecerão.

Os transplante definitivo costume ser ais 2 meses da semeação, quando desaparecem os riscos de geadas. Neste momento, enterramos os talos até as primeiras folhas (se cresce muito em altura, pode-se até dobrar um pouco o caule para enterrá-lo mais e que tenha mais raízes adventícias) com uma distância de 40-50 cm entre plantas.

Trata-se de uma planta grande (existem variedades de crescimento indeterminado), que têm de soportar o peso considerável dos frutos, os quais, ao mesmo tempo, não podem tocar o chão pois se não apodrecem. Por tanto, tutorar é essencial: prender os talos à umas canas de uns 1,5 m que servirão de guia e soporte, mas sempre as devemos prender debaixo de cada ramalhete , pois é o lugar que têm que soportar um maior peso, e com certa frouxura para não estrangular o talo

Também, cada axila de onde sai uma folha do talo secundário com seu próprio talo de crescimento. Para concentrar a energía, é necessário podar esses brotos, deixando 2 ou 3 que serviram de reserva caso aconteça algo ao talo principal, e também porque as folhas vão proteger ao fruto do excesso de sol. 

Outros labores auxiliares são ajudar à polinização natural das abelhas, repassando as flores com um pincel, ou podar as folhas mais velhas da parte inferior. Quando as tomateras desenvolverem o terceiro ramalhete de lores, para evitar o ataque de oídios e aranhas vermelhas.

Se cumprirmos com todas essas tarefas e exigências, aos 3 meses aproximadamente poderemos recolher nossos primeiros tomates.

As associações mais favoráveis

Alho, ápio, cebola, alface e cenoura.
São compatíveis: acelga, manjericão, couve, espinafre, ervilha, alho-poró, vagem, feijão e rabanete. 
Por outra parte, o tomate é incompatível com o pepino e com a batata.

Pragas e doenças do cultivo do tomate

  • Pulgão. Remédio: para prevenir, pode-se associar com o manjericão; mas para a luta dirceta pode-se usar o sabão potásico e insecticidas vegetais. 

  • Aranha vermelha. Remedio: para prevenir pode-se pulverizar em folhas a mistura de cavalinha com aguas.

  • Mosca branca. Remédio: pulverizar no reverso das folhas 1% de sabão potássico diluido em água da chuva ou água destilada.

  • Míldio. Fungo que aparece em forma de manchas cinzas ou pretas que secam as folhas. Remédio: eliminar las zonas afectadas, usar como prevención decocción de cola de caballo.

  • Larva (tuta absoluta, heliotis). Podem produzir danos em frutos, talos ou folhas. Remédio: seguimento para evitar a proliferação e, caso necessário, pode-se remover com as mãos ou aplicar o bacillus se tivermos muitas plantas.

  • VirusRemédio: para evitar a sua aparição, se utilizam variedades antivíricas, mas se trata de variedades híbridas.

  • Rachamento do tomate. Dano produzido por uma irrigação pouco uniforme, e por tanto pode se transformar em uma porta de entrada para os fungos. 

  • Esticado do tomate. Dano produzido por um excesso de sol mas que mesmo assim pode ser consumido.

Principais variedades de tomates

A maior parte das variedades existentes, referen-se às características do fruto. Atualmente proliferam as varierdades híbridas seleccionadas pelas multinacionais, onde se prioriza a conservação, aparência e resistência à doenças e pragas e suas qualidades organolépticas, o que está levando uma perda de variedades locais e, por tanto, de biodiversidades e cultura agrícola.

Podes encontrar todas as sementes de tomare do nosso catálogo de sementes aqui:

A poda do tomate

Aqui deixamos um video onde se observa como é a poda do tomate:

Outros artigos interessantes

A poda da tomateira

sábado, 13 de dezembro de 2014

Para aprender a podar a plantação de tomates, é conveniente saber primeiro como se desenvolve esta planta. E é da seguinte forma: A planta brota da terra, e ao crescer esse broto, se forma o ramo principal da planta. Deste mesmo ramo, vão...

Como posso ajudar às minhas sementes para que germinem?

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Fazer que germine uma semente não é uma tarefa tão simples como parece. Se erramos em algum dos rrequisitos que necessita ou não consideramos como importante alguns fatores, nossa planta não germinará. Em Planeta Huerto contamos-te o que tens...

Galinhas… por onde começar?

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Se está a ler este artigo, isso pode querer dizer que está a pensar em começar a criar galinhas. Faz bem, as galinhas podem ser excelentes mascotes; são baratas, não precisam que se lhes dedique muito tempo, são fáceis de cuidar e são uma...

Tudo o que precisar saber sobre substratos para a tua horta e jardim

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

O substrato, o equivalente ao solo no campo, é a casa da escola e o lugar de trabalho das plantas, e por tanto, em base à sua qualidade, nossos cultivos desenvolverão-se melhor ou pior. Sabes que h´ña muitas opções? Aqui vos explicamos as...

Descubra Nosso Catálogo