As Tillandsias, também conhecidas como "Cravos do Ar" ou "Plantas do Ar" são um género de plantas epífitas que pertencem à família Bromeliaceae e estão presentes nos mais diversos ‘habitats’, desde desertos a florestas tropicais. A maioria das espécies de Tillandsia são epífitas, ou seja, na natureza vivem em árvores ou outras plantas, mas sem se alimentarem à custa desta, mas usam-nas apenas como suporte físico em busca de luz. Portanto, as tillandsias não são parasitas.

As plantas aéreas conseguem absorver água e nutrientes diretamente do ar, isto é possível graças aos seus numerosos tricomas. Os tricomas foliares das plantas aéreas são estruturas anatómicas na forma de escamas que cobrem a superfície da planta e são percetíveis conforme a espécie. Eles são os tricomas que dão às tillandsias seu aspecto de "pelinhos", quanto mais tricomas que uma tillandsia tem na sua superfície, o mais evidente será o tom cinza/branco, por outro lado, as espécies lisas ou com menos tricomas têm tons verdes predominantes.

Como cuidar de uma Tillandsia?

Graças às suas características inerentes, as tillandsias são plantas que requerem pouco cuidado e o seu cultivo é extremamente simples.

Luz

Como qualquer planta, os cravos aéreos precisam de luz para viver e fazer fotossíntese. Existem tillandsias adequadas para as mais diferentes condições de luminosidade, desde o sol total à sombra, mas a grande maioria está adaptada às condições de semi-sombra.

Uma dica para colocar  a nossa tillandsia na sua condição de luz mais adequada é observar a sua quantidade de tricomas, porque para além da função de absorção, os tricomas também os protegem do sol. Portanto, quanto mais branca/cinza (com muitos tricomas) for a tillandsia, mais resistente será ao sol. Por outro lado, também é verdade, as tillandsias de tons verde-escuro, suaves e com poucos tricomas são mais adaptadas a ambientes pouco claros e sombreados.

Temperatura

Como regra geral, suportam uma vasta gama de temperaturas, desde o calor extremo ao frio intenso, no entanto, as temperaturas óptimas de crescimento são de cerca de 18ºC a 32ºC e abaixo de 5ºC não há crescimento.

Substrato

As tillandsias não necessitam de substrato, podendo ser penduradas em arames, madeira, troncos, suportes decorativos, pedras. Uma vez penduradas ou montadas numa superfície, as plantas do ar podem lançar pequenas raízes que ajudam na sua fixação à superfície.

Rega

Há duas maneiras de regar as tillandsias, pulverizar ou mergulhar. Se optarmos por pulverizar as nossas plantas a partir do ar, podemos fazê-lo até que as gotas absorvam completamente a planta. A frequência de rega será de 1-2 vezes por semana para as lavouras interiores ou de 2-3 vezes por semana para as tillandsias exteriores.

Por outro lado, se optarmos pela rega por imersão, a planta deve ser imersa em água por 15-20 minutos, retirá-los, deixar o excesso de água escoar e devolvê-los ao seu lugar habitual. A frequência será uma vez por semana para plantas de interior e até duas vezes por semana para plantas de exterior.

Após a rega é importante que haja uma boa circulação de ar, pois as tillandsias requerem movimentos de ar para secar, especialmente no inverno.

Conselhos! Use água macia, água mineral baixa, água de chuva ou água de osmose.

Fertilização

A cada 15-20 dias com Fertilizante líquido misturado na água de rega. Podemos utilizar fertilizantes específicos para as lavouras ou utilizar fertilizantes para as orquídeas, reduzindo a dose para metade.

Para mais informações pode enviar-nos uma consulta através do nosso Centro de Suporte.

Na Planeta Huerto temos uma ampla gama de Tillandsias e todos os produtos necessários para o seu cuidado.