Carregando...
Voltar
  • Meu carrinho 0 produtos
  • Total produtos €0,00
  • Gastos de envio €0,00
  • Total €0,00
Ir à seção

Antibióticos naturais

Você sabe o ditado que diz "é melhor prevenir do que remediar", e graças à nossa boa natureza, chegamos a muitos antibióticos naturais que melhoram o nosso corpo. Vamos ver aqueles con maior potencial.

Alho

Alho (Allium sativum) é considerado o rei do "antibióticos naturais" por excelência. Já no antigo Egito foram concedidos qualidades sagradas e foi bem visto pelas civilizações grega e romana, onde os soldados comiam em abundância antes de ir para a guerra. Eles já sabiam os enormes benefícios do consumo de alho:

  • Antibacteriana e antiviral: grande anti-séptico, é por isso que ajuda a prevenir alergias e resfriados.
  • Benefícios cardiovasculares: a combinação de seu efeito antioxidante e anti-inflamatório, torná-lo um excelente aliado contra a prevenção de doenças cardiovasculares, pois ajuda a modular a pressão arterial através de um componente primário chamado alicina.
  • Metabolismo do ferro: o sulfureto de dialilo (em parte responsável pela forte odor de alho emitida), funciona no metabolismo do ferro, porque pode aumentar a produção de proteína ferroportin, o que ajuda a mobilizar a ferro das células onde for necessário.

Não podemos deixar de dar algum destaque ao alho negro, que adquire essa cor devido ao amadurecimento controlado da umidade e temperatura por um longo tempo. Após este processo, o alho transforma os seus efeitos menos desejáveis, tais como mau hálito, em um sabor doce. Tambén o alho preto tem um antioxidante 5 vezes maior do que o alho fresco, e o conteúdo de polifenóis é também mais elevada.

Cebola

A cebola (Allium cepa) contém diversos oligoelementos, vitaminas, minerais (especialmente A, B, C e E) e água. Suas propriedades e benefícios também são altamente valorizados:

  • Diabetes:  contém glucoquinine,um composto antiglucemiante e conhecida como a "insulina vegetal", ajudando a diminuir os níveis de açúcar no sangue.
  • Prisão de ventre: a cebola é muito rica em fibras, por isso é útil para evitar problemas estomacais, ajudando a regular o processo intestinal.
  • A diurese: ele tem uma função de diurético eficaz e, por conseguinte, contribui para a purificação dos rins e do corpo em geral.
  • Potência antibacteriana e antifúngica: poder anti-séptico, graças a uma  substância volátil chamada alilo.

Aloe vera

Outro bem conhecido "antibiótico natural" é Aloe vera (Aloe barbadensis). Ele contém vitaminas (A, B e C), mucilagem, ácidos gordos, aminoácidos e taninos e na sua polpa onde estão todas as suas propriedades benéficas, que são muito variadas. Vamos destacar os mais importantes:

  • Regeneração de células: a capacidade de regeneração das células da pele e do tecido interno. Ele também alivia a irritação, picadas, prurido e queimaduras na pele.
  • Analgésico: graças ao seu poder anti-inflamatório e analgésico, ajuda no tratamento de tendinites, entorses ou constusões.
  • Poder antibacteriano: é eficaz contra várias estirpes bacterianas.

Tomilho

Tomilho (Tymus vulgaris) é rico em óleos essenciais (timol, carvacrol, cimeno, borneol e linalol), minerais, taninos, flavonóides e vitaminas.

  • Propriedades anti-sépticas e bacteriostáticas: graças ao qual é considerado um grande antifúngico e antibacteriano.
  • Efeito carminative: ajuda a reduzir a flatulência, cólicos e dores de estômago.
  • Distúrbios respiratórios: seus óleos essenciais calman os efeitos de gripes, bronquite ou asma.

Cravo

Cravo (Syzygium aromaticum) é rico em óleo essencial (eugenol principalmente), taninos, resinas, celulose, mucilagem e ácido oleanólico.

  • Anti-séptico: especialmente ao nível das vias aéreas (muco e catarro) e pele (fúngicas da pele e das unhas).
  • Poder carminativo: seu óleo essencial ajuda a reduzir a flatulência, azia e difícil digestão.
  • Anti-helmíntico: como um vermífugo usado para promover a expulsão de vermes intestinais.
  • Analgésico: em infusão ajuda a aliviar a dor, tais como dor de dente.

É importante lembrar que os antibióticos naturais não devem substituir qualquer medicação, e em caso de dúvida, consulte sempre seu especialista.

Outros artigos interessantes

Patê de cenoura e pistache

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Hoje nós ir com algo simples, mas pode fazer você ficar muito bom se você tem convidados neste fim de semana em casa. Proponho para preparar umas tortinhas com cenoura e patê de pistache. Então eu explicar passo a passo:Ingredientes (4...

Alimentos ecológicos para os miúdos

sábado, 3 de janeiro de 2015

Os miúdos são muito sensíveis aos resíduos de substâncias nocivas nos alimentos, na poluição e nos pesticidas. Desde que nascem, o organismo do bebé é frágil e, por tanto, não é capaz de degradar eficazmente os tóxicos que podem chegar...

Astenia outonal: como prevenir com aliados naturais

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Após o verão, é habitual sentir mais cansaço ou ter a sensação de funcionar "a meio gás". Provavelmente seja pela chegada do outono e à necessidade do nosso organismo para reajustar o biorritmo ante a baixada de temperaturas e à perda de...

O colagénio em pó e todos os seus benefícios para a saúde

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

O colagénio é a proteína mais abundante do nosso corpo e o componente essencial de articulações, cartilagem, ossos, pele e do tecido  conectivo que protege os músculos e os órgãos.Com a idade, o desgaste causado pela práctica intensa...

Descubra Nosso Catálogo