Carregando...
Voltar
  • Meu carrinho 0 produtos
  • Total produtos €0,00
  • Gastos de envio €0,00
  • Total €0,00
Ir à seção

A poda da tomateira

Para aprender a podar a plantação de tomates, é conveniente saber primeiro como se desenvolve esta planta. E é da seguinte forma:

A planta brota da terra, e ao crescer esse broto, se forma o ramo principal da planta. Deste mesmo ramo, vão brotando as folhas. Entre cada folha e rama principal, aparecem novos brotos, que se os deixamos crescer, se convertem em ramos da mesma importância que o ramo principal.


tomatoes

Esses ramos são chamados de ramos secundários, que nascem folhas e, entre cada folha e o ramo, brotam novos ramos... E assim sucessivamente.

Desta forma, se não "tocamos" a tomateira, ela crescerá de forma "piramidal". Ou seja, a partir do ramo principal nascem outros ramos idénticos e destes outros e assim sucessivamente até que a planta cesse em seu crescimento.

É fácil compreender que toda a energía que a planta gere será usada em seu desenvolvimento, e por tanto não sobrará para o fruto... Por tanto, para evitarmos isto e conseguir frutos de um tamanho adequado, devemos controlar a frondosidade da planta, eliminando uma parte de sesus ramos... É importante fazer isso antes que as ramas se desenvolvam e será da seguinte forma:

Observamos o crescimento da planta. Quando vermos que aparecem brotos secundários entre as primeira folhas e o talo principal, devemos eliminá-los com cuidado para não machucar o talo principal. O melhor é fazê-lo com as unhas e quando o broto tenha menos de 5 cm.


  • Quando a planta tem 4 ou 5 folhas, deixamos crescer um broto.
  • Umas folhas mais acima da rama principal "podemos" deixar crescer um segundo broto. Desta forma, temos um planta com 3 guías de crescimento. O mais habitual é que a planta tenha 2-3 ramos, e não mais.
  • Agora só nos resta observar de forma frequente as plantas e eliminar o resto de brotos que vão crescendo em cada um dos ramos.



 

Outros artigos interessantes

A horta em outubro

terça-feira, 14 de outubro de 2014

No mês de outubro as temperaturas mais agradáveis nos permitem aproveitar mais o trabalho da nossa horta sem ter que nos esconder do sol. Mas, principalmente, o início do outono está marcada pelos primeiros frios e chuvas copiosas. Eliminar...

Remédios para o Oídio

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

O Oídio é uma doença produzida pelo fungo que têm esse mesmo nome. Trata-se de uma penugem branca que age em folhas e talos das plantas fracas, localizadas normalmente na sombra e em lugares ou épocas de muita humidade ambiental.Podemos ver seu...

A horta em fevereiro

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Pouco a pouco os dias vão sendo mais compridos e as amendoeiras já estão acordando... Mas não podemos estar confiantes, pois em fevereiro são frequentes os temporais inesperados de frio, por tanto devemos ter certeza que estas últimas geadas...

Dicas sobre a criação de galinhas para agricultores urbanos

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Quem se preocupa com o que come, vai poder saborear ovos frescos com um maior teor de vitaminas e Omega-3, e por outro lado, com menos colesterol e gorduras saturadas. Para quem tem uma horta, quintal ou jardim, elas são excelentes aliadas...

Descubra Nosso Catálogo