Restam-nos apenas algumas horas para entrar na primavera e com ela ganhamos horas de sol durante a tarde. Normalmente, gostamos disso pois temos a sensação de que o dia é mais longo e aproveitamos para fazer muito mais coisas do que durante o inverno. No entanto, esta mudança horária, tal como qualquer outra ao longo do ano, pode trazer-nos dificuldades não só para dormir, mas também no aumento da fadiga, irritabilidade e falta de concentração devido à adaptação dos nossos  biorritmos à mudança horária. O que é conhecido como estenia ou astenia primaveril. Dormir menos significa que nosso corpo tem menos tempo para realizar funções vitais que só funcionam enquanto dormimos, como, por exemplo, a eliminação de toxinas do corpo e a regeneração celular.

A fim de prevenir ou fazer com que os seus efeitos não sejam tão pronunciados, podemos fazer uso de alguns suplementos naturais e, assim, ajudar o nosso corpo enfrentar a mudança de horário de uma forma mais vital e com mais força.



Em relação aos distúrbios de sono, é importante ter um bom hábito,
ou seja, tentar ir para a cama ao mesmo tempo todos os dias, não ficar até tarde constantemente, ou não dormir sestas muito extensas, que rovocam um conflito com as nossas horas de descanso noturno.

Para nos ajudar a dormir e, assim, facilitar o nosso corpo para realizar o "trabalho noturno" de que é responsável, podemos escolher algumas das seguintes sugestões:



As alergias são outro componente típico deste período sazonal, principalmente devido aos processos de floração e polinização. Alguns de seus sintomas são espirros, inchaço, ardência nos olhos, fadiga, etc. Para aliviar estes sintomas também existem remédios naturais ao nosso alcance:



Bom descanso e feliz chegada da primavera!